Informações de Mercado

Acesse nossas publicações

Análises do segmento de foodservice, estudos econômicos, papers relevantes, documentos selecionados para a sua tomada de decisão.

A inteligência de mercado do IFB ao seu dispor.

Quer conhecimento estratégico?
Seja bem-vindo!

Clique, consulte, baixe.

Entrar
Negócios

Receita dos principais operadores de foodservice, fecha em novembro de 2020, com queda nominal de -11,6% na comparação anual

Postado em 29 de dezembro de 2020

No mês de novembro, os principais operadores de foodservice, associados do IFB, apresentaram no seu faturamento nominal  recuo de -11,6% em novembro de 2020, na comparação com o mesmo período de 2019. O resultado aponta recuperação de 2,0 pontos percentuais em relação ao mês de outubro de 2020, quando o indicador fechou em -13,3%. No conceito mesmas lojas (lojas existentes há mais de 13 meses), o setor teve queda de -13,6% na comparação anual, vide gráfico abaixo.

Os principais indicadores econômicos que possuem intensa correlação com o consumo, como emprego, renda e confiança do consumidor, tiveram os seguintes resultados:

Segundo a PNAD, pesquisa realizada pelo IBGE, a taxa de desemprego no Brasil atingiu 14,3% no trimestre de agosto a outubro desde ano, representando um aumento de 0,5 pontos percentuais ante o trimestre anterior (maio a julho), e de 2,7 pontos percentuais frente ao mesmo intervalo do ano passado (11,6%), somando 14,1 milhões de pessoas desocupadas.

A população ocupada no Brasil encolheu 2,8% em 3 meses, para 84,3 milhões de pessoas, atingindo o patamar mais baixo da série histórica. Já os trabalhadores com carteira assinada eram 29,8 milhões, o que representa um aumento de 384 mil em relação ao trimestre de maio a julho, mas queda de 10,4% (menos 3,4 milhões de pessoas) na comparação anual.

O rendimento médio real habitual (R$ 2.529) ficou estatisticamente estável frente ao trimestre anterior e subiu 5,8% contra o mesmo trimestre de 2019 (R$ 2.391).

O Índice de Confiança do Consumidor (ICC), da Fundação Getúlio Vargas cai 3,2 pontos percentuais em dezembro na comparação com novembro e registra a terceira queda consecutiva, passando de 81,7 para 78,5 pontos. O consumidor sente o forte impacto diante de uma segunda onda de covid-19, fim dos benefícios emergenciais e do desemprego elevado.

Outros indicadores do IDF Mensal:

A evolução total do número de transações dos operadores associados ao IFB, em novembro 2020, foi de queda de -28,6 na comparação anual, sinalizando recuperação de 2,6 pontos percentuais.

O ticket médio dos operadores de redes fechou em R$ 31,49, crescimento de 21,9% em relação ao mesmo período do ano passado.

Grandes Movimentos do Mercado Foodservice – segundo o Foodcheck MacroTrends¹ de novembro de 2020 – estudo de monitoramento mensal das vendas de categorias de produtos compradas por operadores de estabelecimentos de pequeno e médio porte, produzido pela Mosaiclab e suportado pelo IFB:

  • Período de incerteza no foodservice sendo um mês com possibilidades de novas restrições aos operadores devido ao aumento da casos de Covid 19 no Brasil.
  • Mercado de foodservice mostra leve estagnação, desacelerando as compras de produtos nos operadores – queda de aproximadamente 5% nas compras dos operadores
  • Consequentemente regiões e canais de abastecimento também mostram leve recuo tornando a retomada ainda mais lenta do setor de foodservice.
  • Entre as categorias, 15 delas tiveram crescimento e se sobressaíram, sendo as top’s 3: Molho de Tomate, Vinho e Refrigerante, conforme slide abaixo.

Foto: reprodução

Tags:

Informações de Mercado

Acesse nossas publicações

Análises do segmento de foodservice, estudos econômicos, papers relevantes, documentos selecionados para a sua tomada de decisão. A inteligência de mercado do IFB ao seu dispor.

Nome*
E-mail*
Empresa*