Informações de Mercado

Acesse nossas publicações

Análises do segmento de foodservice, estudos econômicos, papers relevantes, documentos selecionados para a sua tomada de decisão.

A inteligência de mercado do IFB ao seu dispor.

Quer conhecimento estratégico?
Seja bem-vindo!

Clique, consulte, baixe.

Entrar
Negócios

Apenas 24% das pessoas se sentem confiantes para frequentar bares e restaurantes

Postado em 10 de agosto de 2020

O retorno às atividades durante e pós-quarentena é uma movimentação global que depende de novas medidas de segurança. Em São Paulo, os bares e restaurantes foram liberados para abertura gradativa a partir de 6 de julho. Após um mês, esse tipo de estabelecimento ganhou flexibilização noturna.

Com base em pesquisa realizada no Reino Unido, que mostrou enorme insegurança e preocupação da população em voltar ao trabalho, viajar, frequentar restaurantes e hotéis, a Intertek lançou o Selo Protek – primeiro programa mundial de saúde, segurança e bem-estar para pessoas, locais de trabalho e espaços públicos.

Especificamente para setor de bares e restaurantes os protocolos são mais do que sanitização. Não adianta somente garantir a desinfecção do espaço físico se as pessoas não obedecerem normas rígidas.

O selo Protek abrange 10 procedimentos operacionais novos: Distanciamento social – mesas com 2m de distância uma da outra, higienização de parques infantis e controlar a ocupação – proibido piscina de bolinha, incentivar a higiene das mãos na entrada, incentivar a etiqueta respiratória, fazer uma avaliação de risco, uso correto de EPI, limpeza do sistema de ventilação, higiene e segurança alimentar, gestão dos fornecedores, gestão do retorno ao trabalho.

O setor de bares e restaurantes foi seriamente atingido pelo isolamento social. Para sua retomada, são necessárias diversas medidas. Em recente levantamento do instituto brasileiro de pesquisa Hibou, 58% dos brasileiros só irão a restaurantes sem aglomeração e 79,5% consideram condicional o uso de máscaras por toda a equipe de atendimento dos locais e serviços. “Kit higiene obrigatório e aglomeração são apenas alguns pontos de atenção. Podemos verificar muitos outros itens e certificar os estabelecimentos para que os clientes se sintam ainda mais confiantes”, diz Hélio

Pesquisa Intertek no Reino Unido (abril/2020)

  • 70% não gostaria de retornar ao trabalho, a menos que práticas de saúde e segurança autenticadas estejam em vigor.
  • 91% dos entrevistados concordam que seu empregador deve tomar medidas extras para proteger os funcionários.
  • No cenário das indústrias de consumo, apenas 24% dos entrevistados se sentem confiantes para visitar um bar ou restaurante
  • Apenas 27% se sentem confiantes em visitar hotéis.

Foto: reprodução.

Informações de Mercado

Acesse nossas publicações

Análises do segmento de foodservice, estudos econômicos, papers relevantes, documentos selecionados para a sua tomada de decisão. A inteligência de mercado do IFB ao seu dispor.

Nome*
E-mail*
Empresa*